ENTREVISTA-Soja do Paraguai flui para China independentemente de política

Por Hugh Bronstein e Daniela Desantis ASSUNÇÃO (Reuters) – A soja do Paraguai está fluindo para a maior compradora do mundo, a China, apesar de os dois países não terem relações diplomáticas nem planos para estabelecê-las, segundo o ministro da Indústria, Gustavo Leite. O Paraguai é o quarto maior exportador de soja do mundo e tem uma relação próxima com Taiwan, com quem Leite disse recentemente ter selado um acordo comercial potencialmente no valor de 2 bilhões de dólares por ano. As relações diplomáticas do Paraguai com Taiwan impedem o mesmo relacionamento com a China, o maior importador mundial de soja. Mas isso não incomoda o Paraguai, disse Leite à Reuters nesta quinta-feira. “O Paraguai vende soja para a China, só que não está registrada como exportação paraguaia para a China porque passa pela Argentina ou, principalmente, pelo Uruguai”, disse ele em entrevista. “Então, a China registra esses grãos como exportações uruguaias.” A China comprou 12 bilhões de dólares em soja dos EUA no ano passado, o que tornou a commodity a exportação agrícola mais valiosa dos EUA para a China. Mas Pequim ameaçou uma tarifa sobre a soja dos EUA, enquanto as tensões comerciais com Washington aumentam. A proposta da China para uma tarifa de 25 por cento, parte de sua resposta aos planos norte-americanos de impor tarifas a uma série de produtos chineses, já elevou os preços em fornecedores alternativos, incluindo o Brasil e a Argentina. A Cofco, gigante chinesa do comércio de grãos, ganhou acesso ao mercado paraguaio de grãos quando comprou a unidade agrícola da Noble em 2015. Leite disse que a Cofco herdou contratos da Noble para exportar cerca de 10 por cento da soja do Paraguai quando comprou a unidade. “A Noble é de propriedade do Estado chinês. Então, os chineses já estão realmente aqui”, disse ele. O Paraguai, cercado por terra, usa barcaças para transportar soja para os portos fluviais argentinos e uruguaios e, a partir daí, os grãos entram no mercado global. Agricultores paraguaios colherão cerca de 10 milhões de toneladas de soja na atual temporada 2017/18. As exportações totais no último ano-safra foram de 6,13 milhões de toneladas. Não está claro quanto disso foi enviado para a China. (Reportagem adicional de Karl Plume, em Chicago).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s